O PT vai divulgar, nesta quarta-feira, no início da tarde, um pedido formal de desculpas à sociedade por ter se envolvido em uma série de denúncias que comprometeram a imagem do partido. O secretário-geral da agremiação, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse há pouco que o documento fará um pedido explícito de desculpas e defenderá uma reforma política no País.

A decisão de divulgar o documento foi aprovada, ontem, em reunião da executiva nacional do partido.

A executiva decidiu também, não afastar os deputados envolvidos no suposto esquema do mensalão, criando uma comissão de sindicância para apurar a suposta participação de petistas que deverá apresentar seu parecer no dia 3 de setembro, em reunião do diretório nacional. Essa comissão vai analisar a defesa apresentada por escrito pelos deputados e, se necessário, poderá pedir esclarecimentos adicionais aos parlamentares.