O PT acusou os líderes tucanos de “memória fraca” ou “má-fé” por causa da forte reação do PSDB ao apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição de Marta Suplicy (PT) para prefeita de São Paulo. Em sua página oficial na internet, os petistas recorreram a reportagens de 2002 para dizer que o então presidente Fernando Henrique Cardoso fez campanha para José Serra, candidato a presidente que perderia para Lula, e José Aníbal, candidato a senador.

“Em poucos minutos de pesquisa no noticiário da campanha eleitoral de 2002 é possível encontrar vários exemplos de declarações públicas de apoio do então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, ao candidato de seu partido, o PSDB, à sua sucessão, José Serra. Hoje adversário de Marta na disputa paulistana, Serra ameaça pedir à Justiça Eleitoral a cassação da candidatura da petista por ter recebido o apoio de Lula”, diz texto publicado no portal do PT.

“FHC entra pra valer na campanha de Serra’ foi o título da matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo em 1° de outubro de 2002, às vésperas do primeiro turno das eleições”, dizem os petistas. E prosseguem: “O texto relatava o discurso de Fernando Henrique durante comício em Contagem (MG) organizado pelo então candidato tucano ao governo mineiro, Aécio Neves (…). FHC declarou: ‘Nesta minha passagem por Minas quero deixar minha absoluta convicção de que Serra é o melhor, o mais preparado e o mais capaz de levar adiante as grandes mudanças, com firmeza e segurança. Sei que o povo de Minas quer continuar mudando, para melhor, não para um passo no escuro”.

Ao mesmo tempo, os petistas aproveitaram a oportunidade para cutucar Fernando Henrique e os tucanos. “Vale salientar, no entanto, uma diferença mais do que sutil entre os dois casos: segundo o mesmo material pesquisado, o apoio de Fernando Henrique estaria deixando preocupados os estrategistas da campanha tucana em razão da desgastada imagem de FHC junto ao eleitorado, o que poderia prejudicar o desempenho de Serra nas urnas. Hoje, as campanhas do PT, inclusive a de Marta, têm feito questão de apresentar os bons resultados do governo Lula”.