O PT anunciou em seu site que cerca de 300 ônibus com pessoas de pelo menos cinco Estados brasileiros são aguardados nesta segunda-feira (1.º) em Brasília para a festa cívica da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcada para 16 horas. Segundo Wilmar Lacerda, dirigente nacional do PT e um dos coordenadores do comitê, as caravanas, organizadas pelo comitê e pelos movimentos sociais, devem chegar à cidade nesta manhã.

Do total, cerca de 100 ônibus trarão pessoas do próprio Distrito Federal. Outros 65 virão de cidades do entorno do DF, incluindo algumas cidades de Minas Gerais, e 60 partirão de Goiás. Também haverá ônibus vindos de São Paulo e Rio de Janeiro.

Wilmar Lacerda informou também que um desses 300 ônibus transportará a Brasília cerca de 40 Kalungas, integrantes de uma comunidade quilombola do sertão goiano. "O presidente Lula fez muitas melhorias na comunidade e os Kalungas querem retribuir com sua presença na posse", explicou Wilmar Lacerda. O quilombo, que abriga hoje cerca de 4,5 mil pessoas, fica na zona rural dos municípios de Teresina de Goiás, Cavalcante e Monte Alegre.

Representantes de movimentos sindicais, rurais, estudantis, de mulheres, negros e demais setoriais também são esperados para a festa, que começa às 13h com shows de bandas locais em frente à Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios.

No local, haverá venda de kits com camiseta, bandana e bandeira ao custo de R$ 10. De acordo com José Zunga, da coordenação do comitê de posse, também serão distribuídos cerca de um milhão de panfletos. Serão instalados 200 banheiros químicos ao longo da Esplanada.