O deputado Henrique Fontana (PT-RS) foi indicado relator da medida Provisória 242, pelo líder do PT na Câmara, Paulo Rocha. A MP 242 é a que trata de novos critérios para a concessão do auxílio doença, entre outras mudanças na área da Prev idência Social. O líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia, reafirmou que a MP será modificada na Câmara. "Vai haver mudanças patrocinadas pela base", disse Chinaglia, acrescentando que há uma disposição do governo em atender as propostas que alteram o texto original.

Na semana passada o presidente da Câmara , Severino Cavalcanti, havia nomeado o deputado Pauderney Avelino (PFL-AM) para a relator da MP. Avelino declarou antecipadamente que seu parecer seria pela inconstitucionalidade da MP, o que fez Severino recuar da indicação, alegando que tinha se esquecido da promessa de dar ao PP, seu partido, a relatoria da MP. Severino contou depois que já havia um acordo entre o PT e o PP para que um petista assumisse a relatoria.