A partir de uma amostragem de 712 consumidores ouvidos no último dia 5, o Instituto Fecomércio/RJ constatou redução no número de moradores da região metropolitana do Rio de Janeiro que pretendem presentear alguém nesta Páscoa. O percentual apurado foi de 53,37%, contra 58%, no mesmo período de 2003, e 64,44%, em 2002, de acordo com pesquisa divulgada hoje, nesta capital, pela entidade.

A retração na intenção de dar presentes é atribuída pelo coordenador de Pesquisas do Instituto Fecomércio/RJ, Paulo Brück, à queda do poder aquisitivo da população. Outras pesquisas, segundo informou Bruck, ?mostram que aumentou o grau de endividamento dos consumidores e a pré-disposição de controlar gastos e diminuir despesas?.

A pesquisa revela ainda que ao contrário de anos anteriores aumentou o percentual de consumidores que anteciparam suas compras, passando de 18,08%, em 2003, para 32,11%, este ano. A preferência permaneceu estável, com os ovos de páscoa liderando o ranking de presentes, com 79,90% , contra 80,23%, no ano passado.