As importações brasileiras apresentaram, na semana passada, uma queda de 9,2%, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as compras diárias do país passaram de uma média de US$ 218,3 milhões, no ano passado, para US$ 198,3 milhões, neste ano.

Os gastos caíram, principalmente, nas compras de equipamentos mecânicos (-33,6%), elétricos e eletrônicos (36,7%), automóveis e componentes (-18,5%), plásticos e obras e (-10,6%). Apesar da queda, o Brasil aumentou os gastos com combustíveis e lubrificantes (76,9%), equipamentos elétricos e eletrônicos (19,6%), adubos e fertilizantes (61,6%), instrumentos de óptica e precisão (24,4%) e equipamentos farmacêuticos (19,6%).