A Justiça do Paraná também decidiu suspender o reajuste médio de 28,75% das tarifas de telefonia em decisão semelhante àquela que já havia sido tomada no Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Belo Horizonte. A liminar foi concedida a pedido do Procon-PR e da Procuradoria Geral do Estado na 4.ª Vara de Fazenda Pública.

A decisão foi tomada com base no Código de Defesa do Consumidor. De acordo com informações do tribunal, ao concecer a liminar o juiz Maurício Sigwalt considerou que os consumidores não tiveram acesso aos contratos assinados entre a Anatel e as empresas de telefonia fixa.
Caso as operadoras que atuam no Estado não acatem a decisão, receberão multa de R$ 1 milhão por dia. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)