Os médicos do Real Madrid anunciaram nesta terça-feira que o atacante Raúl não precisará sofrer cirurgia no joelho esquerdo, apesar da grave contusão que ele teve durante o jogo do último sábado, na derrota para o Barcelona. Mesmo assim, ele deverá ficar entre 3 e 4 meses afastado do futebol.

De muletas, Raúl deu uma entrevista nesta terça-feira. "Estou com vontade de já começar a trabalhar na recuperação. O mais importante é que a recuperação seja boa, temos que ir com calma", disse o jogador, que é capitão do time espanhol. "Me vejo ganhando o título com o Real Madrid no final da temporada e jogando a Copa do Mundo."

Raúl sofreu ruptura do menisco externo, ruptura parcial do ligamento cruzado anterior e desgarro da cápsula posterior-externa do joelho esquerdo. "São lesões complexas, mas acreditamos que nenhuma delas precise de cirurgia", revelou o médico-chefe do Real, Alfonso del Corral.