Ali Burafi/AFP

O rei Juan Carlos I da Espanha telefonou para o técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque, e seu capitão, Iker Casillas, para felicitá-los pela classificação para a final da Copa, na qual enfrentarão a Holanda no domingo.

“O rei nos felicitou por chegarmos até aqui. Pediu para mantermos o espírito e ver se podemos ganhar” no domingo, no estádio Soccer City de Johannesburgo, revelou neste sábado Del Bosque em uma coletiva de imprensa.

O treinador espanhol também mostrou-se satisfeito de que o sucesso da seleção espanhola na Copa tenha servido para unir todo o país, inclusive nas regiões com sentimentos mais nacionalistas ou regionalistas.

O rei da Espanha não presenciará a final contra a Holanda no Soccer City, onde sua esposa, a rainha Sofia, a apoiará junto com o Príncipe de Astúrias, Felipe, e sua esposa, Letizia.

Juan Carlos, de 72 anos, operado no dia 8 de maio de um tumor benigno no pulmão, retomou suas atividades no dia 21 de maio, mas aparece pouco em público desde então e mostrou-se cansado para os que puderam vê-lo.

“Segue recuperando-se e a viagem de dez horas é muito longa” até Johannesburgo, informou à AFP um porta-voz da Casa Real.