O deputado Gilmar Machado (PT-MG) criticou uma parte dos 23 vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Gilmar foi relator da LDO no Congresso e fez as alterações na lei, que foram vetadas por Lula.

A principal crítica de Gilmar é ao veto para reajuste mínimo dos servidores públicos. Uma alteração da LDO, feita pelo deputado, previa que todos os servidores públicos teriam um aumento salarial equivalente a, pelo menos, a alta do renda per capita do país ? a média do que cada brasileiro ganha.

Outro ponto criticado por Gilmar Machado é o veto para a compensação de perdas dos governos estaduais com a Lei Kandir ? que isenta empresas exportadoras do tributo estadual Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A LDO previa o repasse aos estados das perdas com a isenção do imposto.