O deputado Maurício Rands (PT-PE), escolhido como relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, acredita que um dos pontos polêmicos do projeto será a questão da taxação dos inativos. Rands esteve hoje em Curitiba participando do seminário ?Governo Lula e a Situação do Trabalhador no Brasil?.

Ele não quis adiantar qualquer ponto do seu relatório, afirmando que irá manter a isenção, e voltou a dizer que a sua análise será feita ?à luz da Constituição Federal.? (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)