A turnê da réplica do 14 Bis, que se iniciou hoje na Base Aeronáutica de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, vai ser um dos principais eventos para marcar o centenário do primeiro vôo do biplano projetado por Alberto Santos-Dumont.

O evento tem a coordenação da Comissão Interministerial do Centenário do Vôo do 14 Bis, formada pelo governo brasileiro. Batizada de "Alberto Santos-Dumont: 100 anos depois", a turnê tem passagem confirmada por cinco capitais brasileiras, Salvador Recife, Fortaleza, Natal e Brasília. Entre 24 e 30 de julho, a Embraer também exibirá a réplica na feira de aviação de Oshkosh, Wisconsin, nos Estados Unidos

As homenagens ao centenário do primeiro vôo tiveram início em 2005, durante o salão aeronáutico Paris Air Show, realizado em Le Bourget. A Embraer tem como objetivo, além de comemorar o centenário do biplano mais-pesado que-o-ar, celebrar a genialidade de Alberto Santos-Dumont, suas invenções e feitos. Outro aspecto dos eventos é a valorização e resgate da história da aviação brasileira

A réplica do avião foi construída com os mesmos materiais utilizados no modelo original, tem dez metros de comprimento e 12 metros de envergadura. O projeto e a construção das réplicas também têm apoio da Embraer. A turnê do 14 Bis inclui ainda a apresentação de filmes, fotos e dados sobre a vida de Santos-Dumont.