Acordo visa melhorar
integração entre as pessoas.

O governador Roberto Requião e a presidente do Instituto Cultural da Província de Buenos Aires, Maria Cristina Alvarez, assinaram acordo de cooperação cultural, no último sábado, durante o encerramento do Festival Internacional de Cultura das Três Fronteiras, realizado no Museu Oscar Niemeyer. “Sentimos que o Mercosul tem uma integração comercial mais desenvolvida do que a integração entre as pessoas. Este acordo pode ajudar a acabar com este desequilíbrio através da cultura”, afirmou Maria.

A cooperação entre os dois países também contou com acordo semelhante firmado entre o Centro Cultural Teatro Guaíra e o Centro Cultural Teatro Argentino da Cidade de La Plata. “São convênios que fazem parte do projeto do Governo do Estado para estreitar os laços culturais entre os países do Mercosul”, afirma a secretária da Cultura, Vera Mussi, lembrando outros convênios firmados com institutos culturais das províncias de Missiones e Córdoba, que devem realizar uma exposição em Curitiba nos próximos meses. “Esperamos que estes convênios sejam repetidos com outros países sulamericanos, como o Chile, país que já temos um entendimento”, considera a secretária.

Na prática, os convênios facilitam a troca de exposições e apresentações artísticas. “Assim poderemos nos conhecer e nos reconhecer como sulamericanos”, completa. O encerramento do festival foi marcado pelas apresentações da cantora Suma Paz e do Balé Municipal de Tango de Buenos Aires. Após apresentação, o governador percorreu a exposição do artista holândes Rembrandt Hermenszoon van Rijn com o senador argentino Ramon Puertas. O acervo com 93 gravuras e duas matrizes originais em exposição no Museu Oscar Niemeyer é oriundo do Museu de Rembrandt, em Amsterdã, e foi exposto em apenas cinco cidades no mundo.