O governador Roberto Requião inaugura, nesta quinta-feira, em Matinhos, a primeira fase de obras da Universidade no Litoral. Instalada na antiga sede da Associação Banestado, que foi recentemente desapropriada pelo Governo por R$ 2,8 milhões, a instituição é um compromisso assumido pelo governador com a população do Litoral e deverá ser um instrumento indutor do desenvolvimento da região.

A primeira fase das obras compreendeu a implantação e reforma de seis salas de aula, com 60 metros quadrados, além da adequação de outras áreas, o que possibilita o início efetivo da implantação da Universidade. A obra, licitada e fiscalizada pela Secretaria de Estado de Obras Públicas, foi desenvolvida num prazo de 60 dias e custou cerca de R$ 93 mil.

A Universidade no Litoral é um projeto que envolve a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Universidade Federal do Paraná, Centro Federal de Educação Tecnológica e Faculdade de Ciências e Letras de Paranaguá. Os primeiros cursos deverão estar funcionando a partir do próximo mês de março.

O projeto de reforma, previsto para estar concluído no início de 2006, envolve recursos da ordem de R$ 2,5 milhões de reais. Além de dois novos prédios, com a preservação das atuais instalações, a Universidade deve receber um auditório, hotel e restaurante escola, agência de turismo e outras unidades para as atividades práticas dos cursos.