O governador Roberto Requião lançou nesta quinta-feira (19) o “Prêmio de Cinema e Vídeo do Paraná”, destinado a cineastas e empresas produtoras de audiovisual residentes no Estado há mais de dois anos. “Este projeto faz um discriminação positiva ao estabelecer percentual de participação para paranaenses. Entretanto, o nosso principal objetivo é dar partida para um processo. Ficarei muito satisfeito se nos próximos anos pudermos fazer concursos abertos, nos quais os paranaenses possam participar de igual para igual ou em melhores condições que outros brasileiros”, disse.
O valor total do prêmio é de R$ 1,54 milhão – R$ 1 milhão para o melhor longa-metragem e R$ 180 mil para vídeos de até 50 minutos. As inscrições podem ser feitas de 20 de agosto a 06 de outubro de 2004. O concurso foi instituído pela Secretaria de Estado da Cultura e os projetos devem ser inéditos e não ter orçamento superior a premiação. Cada concorrente poderá apresentar apenas um projeto por modalidade. Todas as informações são encontradas no site www.pr.gov.br/seec ou na Coordenadoria de Incentivo à Cultura da Secretaria de Estado da Cultura.

Para a secretária da Cultura, Vera Maria Haj Mussi Augusto, o prêmio tem a proposta de destacar a identidade paranaense ao incentivar a produção cinematográfica local. “Os filmes e documentários registram cultura de um povo, seus costumes, cotidiano e manifestações artísticas e o Paraná possui uma diversidade cultural muito grande que estimula à criatividade”, afirma ao lembrar que a Secretaria ofereceu, recentemente, oficinas de roteiro audiovisual que contaram com 80 participantes.

Edital

O concurso irá selecionar uma obra cinematográfica inédita em que a duração deverá ser superior a 70 minutos. Os vídeos também deverão ser inéditos e ter no mínimo 50 minutos de duração. É vedada a participação de projetos que já tenham recebido recursos através de leis de incentivo ou contemplado por ações, programas ou concursos, de qualquer esfera política com estes benefícios; que esteja em fase de produção ou finalização e que tenha sido exibido, em qualquer formato e em qualquer veículo.

A empresa de produção audiovisual para concorrer não poder ter qualquer associação ou vínculo direto ou indireto, com empresas de serviços de radiodifusão de sons e imagens ou operadoras de comunicação eletrônica de massa por assinatura. Estas empresas deverão estar sediadas no Paraná há no mínimo dois anos e devidamente registradas na Agência Nacional de Cinema (Ancine) e credenciadas pela Secretaria de Estado da Cultura.

O diretor da obra e pelo menos três componentes da equipe básica deverão também ser residentes e domiciliados no Paraná há no mínimo dois anos, assim como o elenco a ser contratado deverá ser constituído por pelo menos 70% de profissionais residentes há no mínimo dois anos no Paraná.

O resultado final do Concurso contendo o nome dos concorrentes, do projeto e sua classificação será publicado no Diário Oficial do Estado e disponibilizado no site da Secretaria da Cultura. O prêmio será pago integralmente, em conta bloqueada e vinculada ao projeto, no Banco Itaú, em até 10 dias úteis após a assinatura do contrato, sendo que o recurso será liberado em quatro parcelas, correspondentes, respectivamente, a 30%, 50%, 15% e 5% do valor total do prêmio.

O prazo de execução do projeto é de 12 meses, contados a partir da data da assinatura do contrato. A coordenadoria de Incentivo à Cultura (CIC) será responsável pelo apoio administrativo, pelas providências necessárias ao cumprimento do edital e por demais informações referentes ao Concurso, as quais poderão ser obtidas pelo telefone (41) 321- 4709, .(41) 321 4760), no site ou pelo endereço eletrônico cic@pr.gov.br.