Lideranças comunitárias do bairro Batel e técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), da Administração Regional Matriz e da Diretoria de Trânsito (Diretran) reuniram-se na segunda-feira (26) à tarde. Durante a reunião, foram discutidos estudos técnicos preliminares sobre o sistema viário do Setor Oeste da Cidade, que inclui o Batel. "Reuniões como esta são feitas atendendo às diretrizes do prefeito Beto Richa, de realizar uma administração participativa, com o envolvimento da população", disse o presidente do Ippuc, Luis Henrique Cavalcanti Fragomeni.

O administrador da Regional Matriz, Omar Ackel, disse que haverá uma audiência pública com um maior número de representantes da comunidade, no mês de agosto, para apresentação dos estudos técnicos. Paulo Nascimento, presidente da Associação de Condomínios do Batel, afirmou que o encontro foi muito positivo. "O caminho é este, de esclarecimento. As pessoas só enxergam seu muro e não vêem o que está além, o todo que é a cidade", disse ele. A Associação reúne 740 condomínios, com 28 mil unidades comerciais e residenciais. Nascimento avalia que 80 mil veículos circulam pela região do Batel em horário de pico.

Ademir Moraes, presidente da Associação dos Moradores do Batel (AmoBatel), também aprovou a discussão. Segundo ele, todos as informações precisam ser apresentadas, assim como as sugestões da população envolvida.