A reunião da Comissão Mista de Orçamento que iria discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) foi adiada pelo presidente da comissão, senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM).

A previsão era de que, nesta quarta-feria, fossem votados 521 pontos nos quais os deputados e senadores não chegaram a um consenso, os chamados "destaques". Somente depois do encerramento desse processo é que a lei pode ser enviada para votação no plenário do Congresso.

Nesta terça-feira o relatório da LDO feito pelo deputado Gilmar Machado (PT/MG) foi aprovado. O adiamento da reunião de hoje foi pedido pela deputada Laura Carneiro (PFL/RJ). Segundo ela, o acordo fechado com bancada ruralista não foi cumprido. Por esse acordo, o governo se comprometeria a renogociar o pagamento de dívidas dos agricultores.

"Hoje soubemos pela imprensa que o ministro Paulo Bernardo não garantiu o aval do governo para esse acordo", disse. "Fizemos nossa parte votando o projeto ontem. Acordo é para ser cumprido, caso contrário o funcionamento dessa Casa fica inviável".