O prefeito Beto Richa participou na manhã desta segunda-feira (01) de mais uma reunião com o governador Roberto Requião e prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba. O encontro, dentro do programa Operação Mãos Limpas", serviu para discutir a integração na área da segurança e fazer um balanço das ações conjuntas entre municípios e Estado.
Logo após o encontro, Beto Richa anunciou a implantação do Ciclo Patrulha, que terá 40 guardas municipais para patrulhar, de bicicleta, os parques Barigüi, Bacacheri, São Lourenço, Jardim Botânico e Zoológico Municipal.

"Precisamos lançar mão de ações criativas e econômicas para aumentar a segurança da nossa cidade e oferecer melhor qualidade de vida para todos os cidadãos", disse Richa. Ele falou também sobre o início da construção de dois novos Núcleos Proteção ao Cidadão para servirem como bases de apoio para os trabalhos da Polícia Militar.

Um deles é o Núcleo do São Braz, localizado na rua Toaldo Túlio e que vai abrigar a 2ª Companhia do 12º Batalhão da PM. O outro é o do Juvevê, que fica na praça Brigadeiro Mário Epinghaus e que irá abrigar a 5ª Companhia do 12º Batalhão.

"Os problemas de segurança devem ser enfrentados com energia e determinação. O nosso compromisso de campanha é o de valorizar as ações integradas das polícias estaduais, da Guarda Municipal e das prefeituras da região metropolitana", afirmou Beto Richa.

A Prefeitura está concluindo as obras de construção do Núcleo de Proteção ao Cidadão do Portão, localizado na praça Bento Munhoz da Rocha Neto, para abrigar a 1ª Companhia do 13º Batalhão, que fica perto do Paraná Clube. Este Núcleo será entregue logo que estiver mobiliado.

"O policiamento da Guarda foi intensificado em áreas de maior ocorrência, especialmente no Largo da Ordem e nas praças Tiradentes, Osório, Rui Barbosa e Santos Andrade", disse o prefeito. Ele lembrou que nesta segunda-feira começou o curso de formação de mais 120 guardas municipais, realizado na Escola Superior de Polícia Civil. Outros 156 novos guardas serão formados na Academia Policial Militar do Guatupê.

Beto Richa anunciou, ainda, que para reduzir as ocorrências no centro da cidade a Prefeitura vai instalar novas câmeras de monitoramento. Os locais estão sendo definidos. Os equipamentos irão contribuir para o trabalho integrado com a PM do Paraná.

O governador Roberto Requião disse que o "Projeto Povo" chegará em todas as cidades da Região Metropolitana. Em Curitiba, segundo ele, o projeto, que prevê mais policiamento, vai atender todos os bairros.

Intervenções

A primeira intervenção feita em conjunto pela Prefeitura e o Governo do Estado foi realizada na Vila das Torres em março. Depois de uma ação das polícias Civil e Militar e da Guarda Municipal, a Prefeitura intensificou sua presença no local, levando para lá quinze secretarias municipais, com ações como obras de limpeza, de urbanismo, atividades esportivas e até cursos profissionalizantes.

A operação Vila das Torres reduziu a criminalidade e o trabalho realizado pelo município ofereceu mais dignidade às famílias que moram na localidade. Outro exemplo citado pelo prefeito foi a unidade do Corpo de Bombeiros do Pilarzinho. A Prefeitura construiu e equipou a o prédio e a operação fica por conta do Governo do Estado, através do Corpo de Bombeiros.

O novo posto do Corpo de Bombeiros atenderá 16 bairros da região Norte da capital, beneficiando cerca de 160 mil pessoas. O novo posto se chama "Tenente Coronel João Carlos Pinkner", em homenagem ao militar que dedicou a vida à instrução e fortalecimento da corporação.