Já começou no Rio de Janeiro a temporada 2007 do Empretec, o programa de capacitação adotado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 34 países e desenvolvido no Brasil em parceria com o Sebrae para estimular o desenvolvimento de pequenas empresas por meio da valorização de características comportamentais dos empreendedores.

A meta do Estado para este ano é formar 830 ‘empretecos’, em 36 turmas, o dobro de 2006, quando foram criadas 18 turmas. Desde que o programa foi adotado no Rio, em 1997, já foram formados mais de 4 mil.

O primeiro passo para participar do programa é assistir a uma palestra de sensibilização. A participação é gratuita e aberta a proprietários de micro e pequenas empresas, autônomos, profissionais liberais, universitários e empreendedores.

A primeira palestra deste ano aconteceu dia 25 de janeiro, em Petrópolis, sede da Associação dos Empretecos do Estado do Rio de Janeiro (Aemerj). Em fevereiro, foram realizadas palestras nas unidades do Sebrae/RJ em Niterói, Cabo Frio, Rio das Ostras e Rio de Janeiro (Barra da Tijuca e Botafogo). Nesta terça-feira (20), foi a vez das unidades do Sebrae em Rio Bonito e no Centro do Rio de Janeiro.

Após a palestra, o candidato deve se submeter a uma entrevista onde são selecionados os participantes do Seminário Empretec, um workshop intensivo, dividido em nove dias consecutivos, num total de 80 horas, em que são abordados temas como administração contabilidade, marketing, organização, recursos humanos e comportamento.

No calendário do Empretec 2007, estão agendados seminários nas principais cidades fluminenses. O investimento neste seminário varia de R$ 550 a R$ 1 mil, de acordo com a localidade. O valor pode ser pago em até cinco vezes. Inscrições e informações podem ser obtidas pelo 0800-728 2020.

Saiba mais sobre o Empretec

A metodologia do programa se baseia em pesquisas realizadas na década de 60 pelo psicólogo norte-americano David McClelland. Ele identificou nos empreendedores de sucesso dez elementos psicológicos marcantes e desenvolveu métodos para melhorar essas características e aplicá-las em situações empresariais.

O Empretec propicia ao participante conhecer e se identificar com as características do comportamento empreendedor, tais como capacidade de se antecipar aos fatos e criar novas oportunidades de negócios; persistência; disposição para correr riscos calculados; busca constante do mais alto padrão de qualidade; comprometimento com o produto final; procura de informações sobre o cenário e estabelecimento objetivo de metas.

Após a percepção e análise das características pessoais, o participante faz uma auto-avaliação e um levantamento dos pontos fracos e fortes de seu comportamento e de sua administração. O objetivo é definir as características empreendedoras que podem ser determinantes para o sucesso da empresa.

A capacitação é direcionada para proporcionar-lhe as ferramentas mais adequadas na gestão de seu negócio. Ao final do programa, os participantes deverão estar aptos a detectar, com rapidez, novas oportunidades de negócios; melhorar a eficiência, aumentar os lucros em situações complexas; utilizar múltiplas fontes de informação e tomar e sustentar decisões frente a adversidades.

Pesquisas realizadas com os empretecos revelam que entre os resultados alcançados após o programa estão o aumento do faturamento e da geração de emprego e renda e, principalmente, a redução, entre 30% a 40%, da taxa de mortalidade das empresas. O levantamento também mostrou um índice de 90% de aprovação.