A contribuição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ao trabalho internacional do Programa das Nações Unidas sobre Meio Ambiente (PNUMA) será mostrada na reunião Rio+10 Brasil, que começa domingo, no Museu de Arte Moderna, no Rio. O programa da ONU retrata a situação ambiental em todos os países do mundo.

Intitulado Geo-Brasil, o relatório elabora, a partir de dados estatísticos, um quadro da produção, do consumo, do uso das reservas naturais e da poluição no Brasil, no período compreendido entre 1992, data da realização da I Conferencia das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, no Rio de Janeiro, até 2002. O presidente do IBGE, Sérgio Besserman, disse hoje, que o Brasil foi o país que apresentou um dos melhores relatórios.