O risco Brasil, que mede o grau de desconfiança dos investidores na economia brasileira, registrou forte alta nesta segunda-feira (30), em reação à incerteza política na Turquia. Ontem, centenas de milhares de pessoas saírem às ruas na Turquia para protestar contra a candidatura à Presidência do ministro das Relações Exteriores, Abdullah Gul, visto como um líder que poderá fazer recuar a separação entre religião e política no país. Candidato pelo partido governista AKP, Gul não conseguiu votos suficientes na primeira votação no Congresso turco, na semana passada; uma nova votação está marcada para quarta-feira.

A alta do risco Brasil, medido pelo EMBI+, do banco de investimentos JP Morgan, subiu 8 pontos-base, para 156 pontos-base. O risco Turquia, medido pelo índice de bônus emergentes EMBI+, subiu 16 pontos-base, para 210 pontos-base. As informações são da Dow Jones.