Foto por: Pierre-Philippe Marcou

O atacante holandês Arjen Robben, que teve duas chances de ouro para bater o goleiro Iker Casillas na final de hoje, que a Holanda perdeu para a Espanha por 1 a 0, lamentou muito as oportunidades perdidas.

“Na primeira, não bati bem na bola. Estava livre e fui bem lançado, mas não saiu (o gol). Faltou um pouco de lucidez”, explicou Robben.

Na segunda oportunidade, Robben disse que “estava desequilibrado” e não pode concluir.

“É uma pena. Não fomos mal, mas o futebol é assim”, disse o jogador do Bayern de Munique.

As duas jogadas ocorreram no segundo tempo: Aos 17 minutos, Sneidjer roubou a bola no círculo central e lançou Robben, que entrou em velocidade, livre, e chutou na saída de Casillas, que salvou com a ponta da chuteira. Aos 37, em uma jogada de dois toques da área holandesa à área espanhola, passando por Van Persie, Robben ficou na cara do gol, mas o artilheiro parou nas mãos de Casillas.

Foto por: Pierre-Philippe Marcou

O atacante holandês Arjen Robben, que teve duas chances de ouro para bater o goleiro Iker Casillas na final de hoje, que a Holanda perdeu para a Espanha por 1 a 0, lamentou muito as oportunidades perdidas.

“Na primeira, não bati bem na bola. Estava livre e fui bem lançado, mas não saiu (o gol). Faltou um pouco de lucidez”, explicou Robben.

Na segunda oportunidade, Robben disse que “estava desequilibrado” e não pode concluir.

“É uma pena. Não fomos mal, mas o futebol é assim”, disse o jogador do Bayern de Munique.

As duas jogadas ocorreram no segundo tempo: Aos 17 minutos, Sneidjer roubou a bola no círculo central e lançou Robben, que entrou em velocidade, livre, e chutou na saída de Casillas, que salvou com a ponta da chuteira. Aos 37, em uma jogada de dois toques da área holandesa à área espanhola, passando por Van Persie, Robben ficou na cara do gol, mas o artilheiro parou nas mãos de Casillas.