Pavimentação vai melhorar
o tráfego de caminhões.

As vias de acesso ao Porto de Paranaguá já começaram a receber a primeira camada de concreto. É o início de uma fase complementar de serviços que vão melhorar o tráfego pesado de caminhões em 25 quilômetros de ruas. Máquinas começaram a despejar concreto na avenida José Lobo e devem manter um ritmo intenso de trabalhos nas avenidas Portuária e Manoel Ribas, preparadas para esta primeira fase.

As obras estão recebendo investimentos de R$ 21 milhões da própria Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). Os serviços de melhoria começaram em junho com a retirada do asfalto danbificado. Segundo o superintendente do porto, Eduardo Requião, todo o trabalho estará concluído em dezembro. “Até lá, o canteiro de obras empregará cerca de 180 pessoas”, calcula. Os principais beneficiários da concretagem são os motoristas de caminhão.

O caminhoneiro Paulo Santana, de Cornélio Procópio, diz que as obras vão acabar com os transtornos causados pelas ruas antes cheias de buracos. “Muitas vezes, a gente levava até horas para percorrer um pequeno percurso”. Ele lembra que já teve muitos prejuízos com a manutenção do caminhão. “Problemas rotineiros como deslocamento e corte de pneus agora vão acabar”.

Os serviços de concretagem visam justamente permitir o tráfego pesado e garantir mais durabilidade às ruas. O trabalho é uma das providências adotadas este ano pelo governo do Estado para melhorar a infra-estrutura do porto. Além da revitalização das vias de acesso, o porto retomou os serviços de dragagem e deu início às obras de ampliação do cais. O Cais a Oeste vai aumentar em 30% a recepção de navios.