Brasília – Cerca de 450 mil aposentados e pensionistas convocados para o Censo Previdenciário de outubro do ano passado e que ainda não compareceram às agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm 30 dias para atualizar seus dados. Caso contrário, o benefício será suspenso. A convocação está sendo feita pelo Ministério da Previdência Social por meio de carta e edital divulgado nesta terça-feira (17).

"Essa convocação atende a uma formalidade legal sem a qual o INSS não pode suspender os pagamentos. Expirado esse prazo, se o nosso segurado não compareceu ou não apresentou uma justificativa formal explicando por que não fez o recadastramento, o INSS já tem autorização legal para suspender o pagamento do benefício", explica o presidente do instituto, Waldir Moisés Simão.

Simão diz ainda que "apenas as pessoas que tiveram os nomes publicados no edital ou que receberam ou vão receber carta informando sobre a necessidade de comparecimento em 30 dias correm o risco de terem o benefício cancelado".

Para a atualização do cadastro, os segurados devem apresentar o cartão do Cadastro de Pessoa Física (CPF), documento de identidade, comprovante de residência, Número de Identificação do Trabalhador (NIT) e título de eleitor.

A lista dos convocados está disponível na internet na página do Ministério da Previdência Social (www.previdencia.gov.br). O PrevFone (0800-780191) também fornece informações sobre o censo.