por Bruno Julião,
editor colaborador do blog GoLuck

Não é de hoje que sou fã de God Of War, a jogabilidade é muito boa, mas o que mais me prendia eram os gráficos e cenários que esbanjavam beleza e me faziam duvidar se aquele era mesmo o meu PS2 ou se era algo mais potente que estava escondido ali debaixo. Tendo citado isso, não era difícil esperar que eu ficasse ansioso com o anúncio de Dante’s Inferno, uma vez que o visual do jogo também aparenta estar impecável e por ilustrar/retratar algo que só havia conhecido pela minha imaginação.

** Aviso, abaixo contém spoilers do livro e quem sabe até do enredo do próprio game em si! Se quiser, pule direto para a marca fim de spoilers 😉 **

O jogo em si baseia-se no livro “A divina comédia” de Dante Alighieri, por que se chama então o Inferno de Dante (traduzido)? Porque o autor criou uma divisão até então nunca vista ou pensada, o outro mundo fôra divido em 3 partes: Céu, Inferno e Purgatório. Até aí você já conhece, mas ele dividiu o inferno em 9 círculos, o purgatório em 7 e o céu em 10 partes. Claro que a parte que mais choca e mais inspirou artistas do mundo todo à pintar telas sobre, acabou sendo o inferno, uma vez que ele se deu ao trabalho de dar uma riqueza de detalhes impressionante.

A história do livro conta a travessia do autor por todas essas partes, para encontrar sua amada Beatriz. A jornada começa no inferno e obviamente têm como objetivo o céu. Do inferno ao fim do purgatório, Dante é acompanhado por Virgílio, que teria sido o autor do livro Eneida e que faz a vez da razão, ponderando as visões que Dante vai tendo (uma boa brecha para um coop, pena que nos vídeos não há sinal dessa possibilidade).

Como vocês podem notar, parece um bom enredo, mas o livro não é cheio de aventuras, até porque Dante vai passeando por todos esses cenários e aproveitando para criticar toda a sociedade da época, colocando seus inimigos no inferno e retratando aqueles que gostava em situações menos escabrosas.

** Fim dos spoilers **

 

Até agora os vídeos mostram uma arte muito bem executada, o enredo e cenários, como citado acima, criam por si só condições excelentes para termos mais uma obra de arte em forma de game.