A Sanepar foi multada em R$ 200 mil pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) por emitir esgoto sem tratamento adequado no Rio Iguaçu. O IAP também multou a Companhia de Celulose e Papel do Paraná, Cocelpa, em R$ 40 mil, pelo despejo de produto químico no rio.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida o despejo irregular no rio Iguaçu foi descoberto quando o IAP tentava identificar a causa do aparecimento de uma mancha verde na água. Ele reconheceu que ainda não descobriram o que vem provocando o aparecimento da mancha, porém, identificam o despejo irregular de material no local. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)