O sistema de informações ambientais que o Paraná está desenvolvendo poderá ser compartilhado com o governo paraguaio. A informação foi dada nesta quinta-feira (19) pela diretora de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Maria Arlete Rosa. Ela recebeu missão paraguaia formada por técnicos e executivos da Secretaria do Ambiente, órgão vinculado à Presidência da República do Paraguai. “Queremos trocar informações com nossos vizinhos do Mercosul, principalmente em relação à Bacia do Rio do Prata e ao Aqüífero Guarani. É importante para todos que tenhamos um sistema comum de informações”, explica Maria Arlete.

Segundo ela, os problemas ambientais são semelhantes em qualquer parte do mundo. “As soluções para as questões ambientais passam pela sociedade. Aos governos, cabe conduzir as discussões, encaminhar propostas e viabilizar os recursos, mas a população precisa participar ativamente das ações. A abordagem de atuação que adotamos é socioambiental e de sustentabilidade dos recursos naturais”, explica.
A diretora-geral da Secretaria do Ambiente, e chefe da missão, Isabel Gamarra de Fox, disse que o Paraguai está envolvendo a sociedade em um novo conceito de gestão ambiental. “O foco do projeto de educação ambiental está nos professores do meio rural”, contou.

Ela afirmou que a Sanepar tem muito a oferecer ao Paraguai. “Temos especial interesse na experiência da empresa quanto ao tratamento da água e na gestão dos recursos hídricos. Gostaríamos que nossos técnicos viessem ao Paraná para receber capacitação em educação e em gestão socioambiental”.

O pedido, de acordo com Maria Arlete, poderá ser atendido imediatamente. A Sanepar poderá repassar, além do sistema de informações, outras experiências, principalmente quanto ao controle das fontes de poluição, plano diretor dos recursos hídricos, controle e proteção dos mananciais.

A missão paraguaia conheceu o sistema de tratamento de água da Sanepar e o Projeto de Proteção dos Mananciais. Os técnicos também visitaram a Represa do Iraí, onde estão em andamento as ações para controle de poluição ambiental e melhoria da qualidade da água bruta. No Iraí, graças à ação conjunta da Sanepar com a comunidade e com instituições do governo e das prefeituras, os níveis de poluentes despejados vêm caindo significativamente, melhorando a qualidade da água no manancial.