Rio de Janeiro, 18 (AE) – Na estréia do técnico Paulo Bonamigo, o Botafogo derrotou o Santos por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no estádio de Caio Martins, em Niterói, e ficou muito perto de sair da zona do rebaixamento. O Santos, ao contrário, só tem a lamentar. O time perdeu o jogo e a liderança do Campeonato Brasileiro. O time permanece com 44 pontos, ainda é vice-líder, mas tem a companhia da Ponte Preta, que venceu o Flamengo ( 1 a 0) e chegou ao mesmo número de pontos – perde, no entanto, no critério de saldo de gols.

Além de bater o líder, o jogo mostrou que Bonamigo tem estrêla. O treinador recém-chegado reabilitou João Carlos e Jorginho Paulista – os dois que acabaram marcando os gols que definiram o resultado. A partida pôde ser dividida em dois momentos: o primeiro tempo, quando o Santos dominou mas não conseguiu marcar gol, e o segundo, quando o Botafogo reagiu e mostrou objetividade na hora de chegar ao ataque.

O Santos teve a maioria das chances de gol no primeiro tempo. No primeiro minuto, Basílio quase abriu o placar com chute de média distância, mas a bola saiu para fora. O time ainda chegaria perto aos 6 minutos, quando Elano cabeceou para Deivid, que ficou sozinho na cara do gol. O atacante errou o chute por cobertura e perdeu a melhor oportunidade do primeiro tempo.

O Botafogo tentou aproveitar as poucas chances que apareciam, como uma cabeçada de Almir no chão que Tapia pegou no repique por volta dos 15 minutos. Mas o Santos estava melhor, e quase chegou de novo aos 22 minutos, quando André Luís cobrou falta, que passou pela barreira e exigiu reflexos de Jefferson. O time ainda chegaria com Flávio chutando à queima-roupa para outra defesa do goleiro botafoguense. A equipe de Bonamigo ainda fez última tentativa com Schwenck, de falta, aos 44, mas a bola passou perto do gol.

Mas no segundo tempo, o Botafogo voltou mais agressivo e chegou várias vezes ao gol. A primeira vez foi com Valdo chutando da grande área no primeiro minuto. Mas o Santos também atacou e aos 8 minutos Robinho recebeu lançamento e chutou para o gol, que foi anulado por um impedimento bastante contestado. Mas o pior estaria por vir quando João Carlos aproveitou cobrança de falta aos 12 minutos e cabeceou abrindo o placar.

A partir do gol, o Botafogo dominou a partida. Boa chance santista, somente aos 23 minutos, quando Robinho recebeu cruzamento pela esquerda e chutou a bola antes de a mesma pingar no chão. Ela passou rente ao gol. Mas o Botafogo estava em dia inspirado e aos 44 minutos, Jorginho Paulista aproveitou cobrança de falta e, sozinho na área, enganou o goleiro Tapia e desviou a bola para aumentar o marcador. Na seqüência, o Santos ainda teria duas grandes oportunidades ao chegar à area, mas Jefferson garantiu o resultado.

Ficha Técnica: Botafogo 2 x 0 Santos. Gols ? João Carlos aos 12 minutos e Jorginho Paulista aos 44 do segundo tempo.

Botafogo ? Jefferson; Ruy, João Carlos, Scheidt, Jorginho Paulista; Fernando, Túlio,Elvis e Valdo; Almir (Teti) e Schwenk. Técnico ? Paulo Bonamigo.

Santos ? Tapia; Flávio, Antônio Carlos, André Luís e Leo; Fabinho, Elano (Preto Casagrande) e Ricardinho; Basílio (Marcinho), Deivid e Robinho. Técnico ? Vanderlei Luxemburgo.

Cartão amarelo ? Schwenck, Fernando, Antônio Carlos.

Juiz ? Evandro Rogério Roman (PR).

Renda e público ? Não divulgados.

Local ? Caio Martins, em Niterói.