O Brasil não tem mais representantes na chave masculina do Aberto de Wimbledon, o terceiro Grand Slam do ano. Hoje, Flávio Saretta, número 112.º do ranking da ATP, foi surpreendido pelo sul-coreano Hyung-Taik Lee e eliminado na primeira rodada por 3 sets a 0.

A partida entre os dois tenistas começou equilibrada e disputada até o tie-break, que terminou com vitória de Lee por 7/6 (12/10). Já no segundo set, Saretta chegou a fazer 2 a 0, mas acabou levando a virada e perdeu por 6/3. No terceiro, o brasileiro chegou a fazer 4 a 1, mas não suportou a pressão e levou 7/5.

Na segunda fase, Lee será o adversário do australiano Lleyton Hewitt, cabeça-de-chave número seis da competição, que nesta quarta eliminou com tranqüilidade o italiano Filippo Volandri por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/1 e 6/3. O brasileiro Marcos Daniel já havia sido eliminado da competição pelo finlandês Jarkko Nieminen.

Ainda pela primeira rodada, o croata Ivan Ljubicic, cabeça cinco sofreu para passar pelo espanhol Feliciano Lopez por 3 sets a 2 com parciais de 6/3, 6/4, 5/7, 3/6 e 11/9. Já o argentino Gaston Gaudio, que declarou que não gostava de jogar na grama, eliminou o francês Jean-Christophe Faurel por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 3/6, 6/2 e 6/4.