O Governo do Paraná, por meio da secretaria de Estado da Saúde, autoriza em Londrina, na próxima sexta-feira (30), obras de reformas e ampliação do Hospital Zona Norte e do Hospital Zona Sul em Londrina. No total, serão investidos mais de R$ 11 milhões nos dois hospitais que, juntos, terão um acréscimo de 160 leitos. O governador Roberto Requião vai visitar os dois hospitais nesta sexta-feira: às 8h45 estará no Hospital Zona Sul e às 11h30 no Hospital Zona Norte.

Para o secretário da Saúde, Cláudio Xavier, a ampliação de leitos em todo o Paraná segue a linha de regionalização da saúde, implantada pelo Governo do Estado. ?Estamos desafogando os grandes centros para evitar o deslocamento dos pacientes?, afirmou. O secretário disse ainda que ?com isso o Estado está trabalhando de forma decisiva para melhor atender a demanda por leitos?.

O Hospital Zona Norte de Londrina terá uma área de 1.983 m² reformados além de 3 mil m² de construção com investimentos de R$ 5 milhões. O edifício será reformado em quase sua totalidade, mantendo sua estrutura, e as áreas de ampliação terão um e dois pavimentos. A ampliação da unidade de internação fará com que o hospital aumente em 50 leitos a sua capacidade, passando de 65 para 141 leitos.

Também o Hospital Zona Sul de Londrina vai receber investimentos de R$ 6 milhões, sendo que serão reformados 1.071 m² e construídos mais 3.917 m². As novas áreas ampliadas vão abrigar as unidades de centro cirúrgico, internação, pronto-atendimento, serviço de nutrição e dietética, central de processamento de roupas, recepção e administração. A ampliação da unidade de internação fará com que o hospital aumente em 60 leitos a sua capacidade, passando de 51 para 141 leitos.

Investimentos 

O Hospital Zona Norte de Londrina recebeu, na atual gestão, R$ 197 mil (equipamentos), R$ 76 mil (equipar a lavanderia), somando um total de R$ 273 mil em equipamentos. E ainda foram repassados R$ 90 mil para reforma da rede de incêndio, parte elétrica, hidráulica e telhado. O Hospital Zona Norte ainda recebeu, na atual gestão, uma ambulância e dois carros.

O Hospital Zona Sul de Londrina recebeu, na atual gestão, R$ 110 mil (equipamentos) e R$ 45 mil (dois respiradores), R$ 75 mil (equipar a lavanderia), totalizando R$ 225 mil. Além disso, foram repassados mais R$ 56 mil para pintura e troca de janelas do Hospital, que recebeu ainda uma ambulância e um carro.

A Santa Casa também recebe mensalmente R$ 100 mil pelo Programa de Regionalização da Saúde. No primeiro convênio, iniciado em 2003, a soma total era de R$ 1,2 milhão. Agora, um termo aditivo no total de R$ 3,6 milhões, garantirá o repasse até o final de 2007. Além disso, foram comprados 38 equipamentos hospitalares no valor total de R$ 150.003,00.

Outra obra importante em Londrina é o Centro de Tratamento de Queimados do HU de Londrina. O valor investido na obra foi de R$ 2,3 milhões, incluindo aditivo liberado no mês de abril para infra-estrutura e obras. Será o segundo local especializado para atender pacientes com queimaduras no Paraná. O Centro deve ocupar cerca de 1000 metros quadrados e contará com seis leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de 10 leitos de enfermaria, sendo quatro adultos e seis pediátricos.