O Ministério da Saúde vai liberar R$ 515,6 milhões para ações de prevenção e controle de doença, na área de vigilância ambiental em saúde, e no fortalecimento da vigilância epidemiológica nos estados e municípios.

A informação foi dada hoje pelo secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, durante coletiva no Park Hotel, em Boa Viagem. Os recursos, oriundos de convênio com o Banco Mundial e contrapartida do governo federal, irão fortalecer o projeto “Vigisus II” do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica. Entre outras ações, o Vigisus II vai possibilitar a realização de análises de situações de saúde da população para viabilizar a implementação de políticas que controlem os fatores de risco e reduzam a incidência de doenças.