Para conquistar a terceira vitória consecutiva na temporada e diminuir a diferença para o espanhol Fernando Alonso, o alemão Michael Schumacher disse hoje que precisará do apoio da torcida alemã e da ajuda de seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa.

"Por estar correndo em Hockenheim, que é a minha casa, sei que teremos um fantástico apoio da torcida. Mas, temos de torcer também para Massa, para que ele atrapalhe a Renault", explicou o alemão, que espera que o brasileiro fique na frente de Alonso no grid, para que ele possa largar com "tranqüilidade".

Por sua vez, Alonso revelou que está tranqüilo, mesmo sabendo que enfrentará uma grande pressão da torcida alemã. "Não estou preocupado, pois sei que a Renault está num bom caminho. O importante é chegar ao pódio e somar pontos. Desta forma, seremos campeões", contou o espanhol.

Alonso lidera o campeonato com 96 pontos. Já Schumacher, que venceu as duas últimas provas (nos Estados Unidos e na França), vem logo atrás, com 79. A prova deste domingo, que será disputada na Alemanha, no Circuito de Hockenheim, é a 12ª da temporada.