O Sebrae está apostando firmemente no processo de melhoria do seu relacionamento com os clientes. Prova disso é a criação do sistema único de telefonia para atendimento, que será adotado a partir deste ano, em todas as unidades da Federação. O Projeto Central de Relacionamento Sebrae ? Call Center disponibilizará um 0800 para facilitar o acesso dos clientes aos produtos e serviços oferecidos pelo Sebrae.

Neste atendimento, o cliente receberá orientações e informações sobre registro de empresas, tributos, cursos e eventos realizados pelo Sebrae. Também serão disponibilizados assuntos de interesse de micro e pequenas empresas. De acordo com a coordenadora do projeto no Sebrae Nacional, Romilda Torres, o serviço possibilitará reduzir o tempo gasto pelo empresário com o atendimento presencial. ?Com um simples telefonema, o cliente terá as informações básicas que necessita sem sair do seu empreendimento?, explica.

Romilda lembra que o teleatendimento não exclui o atendimento presencial. Segundo ela, a partir da conversa com o cliente, o teleoperador poderá identificar o momento ideal para o agendamento de uma conversa com os consultores do Sebrae na própria Instituição.

Atualmente 17 unidades do Sebrae na Federação já prestam atendimento por telefone. São os estados que concentram 90,4% de micro e pequenas empresas de todo o Brasil. Mas, segundo a coordenadora, a padronização do teleatendimento representará ganhos tanto para os clientes quanto para a Instituição. ?A padronização irá agregar credibilidade ao Sebrae, vai facilitar o estabelecimento do relacionamento com o cliente e pode contribuir para alargar o alcance dos pequenos negócios?, afirma.

O Projeto Call Center é uma das ações previstas na Revolução do Atendimento, implantada há dois anos para otimizar o relacionamento com o cliente. O edital para a contratação da operadora de telefonia, que fornecerá o número, será lançado ainda no primeiro semestre deste ano. De acordo com Romilda, a meta é que, a partir de julho, o número único já esteja disponível para o cliente. ?A expectativa é atender cerca de 3 milhões de pessoas por ano?, projeta.