A Secretaria de Estado da Saúde ampliou o quadro de estabelecimentos que atendem aos portadores de deficiência, principalmente autismo, junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Em agosto e setembro, oito Associações de Pais e Amigos do Excepcional (Apaes) passaram a integrar o programa, recebendo pelos procedimentos executados. Os novos credenciados pertencem aos seguintes municípios: Florestópolis, Bom Sucesso, Nova Londrina, Santa Cruz de Monte Castelo, Jaguapitã, Guarapuava, Manoel Ribas e Andirá.

O credenciamento das Apaes pelo SUS faz parte das ações da Secretaria para o atendimento ao portador de deficiência mental. A ação, inédita, tem o apoio do senador Flávio Arns. A primeira autorização de credenciamento de Apae pelo SUS foi assinada em dezembro do ano passado pelo secretário da Saúde Cláudio Xavier. Hoje já são 32 estabelecimentos cadastrados. “O atendimento à saúde do portador de deficiência é, junto com a regionalização da saúde, um dos principais eixos de atuação de nossa gestão”, lembrou Xavier.

O senador Flávio Arns destacou que “é a primeira vez no Brasil que uma secretaria de Estado da Saúde coloca o atendimento aos portadores de deficiência como prioridade”. Segundo ele, o credenciamento é fundamental para que as Apaes e co-irmãs tenham condições de proporcionar o atendimento integrado ao portador de deficiência