Oito prefeitos da região Sul do Paraná reuniram-se, neste sábado, com o secretário estadual de Saúde, Cláudio Xavier, para sanar problemas na área de saúde da região.

O encontro foi realizado na Granja Cangüiri, com a presença do governador Roberto Requião, que determinou a compra de novos equipamentos para a UTI neonatal da Associação de Proteção à Maternidade e Infância, de União da Vitória. Os equipamentos eram a única exigência que faltava para que o Ministério da Saúde celebrasse o convênio com o município para o repasse de verbas federais.

Com a doação dos equipamentos feita pelo Governo Estadual, em breve a UTI neonatal da União da Vitória estará em pleno funcionamento, já que as instalações estão prontas e a equipe já foi contratada e treinada, de acordo com as informações do prefeito do município, Hussein Bakri (PSDB), orgulhoso por possuir a menor taxa de mortalidade infantil do Estado – 6,8 mortes para cada mil nascimentos.

Outra providência solicitada por Requião e já encaminhada por Xavier foi a celebração do convênio entre a Secretaria Estadual de Saúde e o Hospital de Caridade São Brás, que fica no município catarinense de Porto União. Por meio do convênio, a unidade de oncologia do hospital irá fazer o tratamento de quimioterapia para pacientes paranaenses que moram nas cidades vizinhas de Santa Catarina.

?Não importa que o hospital fique em Santa Catarina. O importante é que nossos cidadãos tenham tratamento especializado perto de sua cidade?, observou Xavier.

Quimioterapia

De acordo com o médico do Hospital São Brás, César Augusto Pinto Lemos, também presente no encontro, atualmente há 500 pacientes, moradores dos municípios paranaenses vizinhos de Santa Catarina, que necessitam de quimioterapia e precisam se deslocar para cidades distantes em busca de tratamento.

Lemos faz parte da comissão do Hospital de Caridade São Brás criada para ampliar o hospital e construir a unidade de oncologia. Ele afirmou que a região já aguarda há 10 anos por uma unidade que faça o tratamento de pacientes com câncer.

Através do convênio, o Governo do Paraná ira custear apenas o tratamento dos pacientes que forem enviados para o Hospital, abrangendo 11 municípios paranaenses. Lemos também aproveitou para mostrar as fotos da nova unidade, que deve funcionar a partir da próxima quinta-feira.

Hospital Regional

Outro ponto encaminhado refere-se ao Hospital Regional Nossa Senhora Aparecida, de União da Vitória. Os oito prefeitos presentes no encontro mostraram-se descontentes com o funcionamento do Hospital e solicitaram que o Governo intermediasse as negociações com a diretoria do Hospital em busca de solução.

Os prefeitos afirmaram que o Regional Nossa Senhora Aparecida, principal hospital da região, cobra pelas consultas, deixando a maior parte da população sem atendimento, já que a região possui muitas pessoas carentes. Xavier comprometeu-se a conversar com a direção do Hospital Regional.

?O encontro foi muito produtivo e conseguimos avançar em muitos pontos que estavam preocupando a todos os prefeitos da região. O Governo Estadual comprova a sua postura ética e transparente ao auxiliar os municípios mais carentes do Estado, independentemente de qual partido os prefeitos pertençam?, afirmou o prefeito de União da Vitória, Hussein Bakri (PSDB).

Do encontro participaram ainda os prefeitos de Paula Freitas (Paulo Almeida, PTB), Paulo Frontin (Irineu Zacharias, PPS), Bituruna (Lauro Agostini, PDT), São Mateus do Sul (Francisco Ulbrich, PDT), Cruz Machado (Euclides Pasa, PDT), General Carneiro (Juarez Martins Ferreira, PPS) e Kurt Nielsen Júnior (PP).