Bem ao contrário do que se poderia esperar, as críticas que o senador Osmar Dias (PDT-PR) fez à política educacional do governo do estado repercutiram bem na Secretaria de Educação. ?É de um candidato assim que precisamos?, comemorou O secretário Maurício Requião. Ele se referia ao objetivo de Dias de ser o candidato da oposição a Roberto Requião, no próximo ano.

Para Maurício, o senador se desmoralizou e mostrou desconhecimento sobre o assunto. ?Ele conseguiu a fama de entender de agricultura quando foi secretário do primeiro governo Requião, mas infelizmente acabou reduzido a garoto-propaganda da soja transgênica. Agora, se aventura a falar sobre educação, mas não sabe do que fala e se desmoraliza?, afirmou.

O senador Osmar Dias teria declarado, durante recente discurso no Senado Federal, que o governo do estado seria o responsável pela existência de 30% de escolas municipais sem diretores. Em resposta, Maurício Requião explicou que a nomeação de diretores de escolas municipais é uma prerrogativa administrativa das prefeituras e que, das escolas administradas pelo estado, de um total de 2.065, apenas 2 não tinham diretores, segundo o censo escolar de 2004, documento usado por Dias para suas críticas.

Já das 1.468 escolas municipais sem direção, citadas pelo senador do PDT, mais de metade estão em municípios administrados por prefeitos ligados a Osmar. ?Isso mostra quem tem compromisso com a educação?, afirmou Maurício, quee não poupou ironia: ?Seria de se esperar que o Osmar, como já ocupou o posto de presidente da Comissão de Educação do Senado, tivesse adquirido maior traquejo no assunto. No entanto, ele demonstra que não entende de educação, de administração pública e, como tem demonstrado ao defender os transgênicos, nem mesmo de agricultura?, afirmou o secretário de Educação.

Para o secretário, Osmar Dias começa a tentar ?criar um clima? para sua campanha, mas erra o alvo. ?Temos incentivado as prefeituras a investir em educação, mas não podemos fazer muito se algumas administrações ligadas a Osmar são insensíveis ao tema. Aliás, é bom lembrar que o PDT já governou o estado, com Jaime Lerner, e todos sabemos como esse partido tratou o ensino?, declarou. ?Quem sabe, ele queira voltar ao tempo em que os professores eram recebidos no Palácio pela cavalaria da Polícia Militar?, completou.

Maurício Requião fez questão de declarar que está à disposição do senador para explicar o que é uma política educacional e para esclarecê-lo sobre noções básicas de administração pública: ?Esclarecimentos assim podem evitar declarações tão desastrosas. De todo modo, esperamos ter um candidato como esse, com declarações patéticas como essas nos palanques da oposição em 2006?, concluiu.