O secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, foi eleito presidente do Colégio Nacional de Secretários da Segurança Pública (Consesp), nesta sexta-feira (19). A votação aconteceu na 18.ª reunião do Consesp, realizada em Curitiba durante todo o dia. Desde o início deste mês, Delazari ocupava a presidência interina, substituindo o secretário do Rio Grande do Sul, que deixou o cargo no dia 1º deste mês. Para os secretários, o empenho e dedicação de Delazari como integrante do Colégio foi determinante para sua aclamação.

?Ele tem um desempenho catalisador entre os demais secretários, sempre propondo discussões conjuntas e se dispondo a ajudar. Por sua dedicação ao Consesp e às questões de segurança pública nacional, esta aclamação foi merecida?, destacou o secretário da Segurança de Santa Catarina, Ronaldo Benedet. Segundo ele, muitos projetos do Paraná são exemplo para outros Estados. ?Queremos visitar agora os presídios paranaenses para nos espelharmos na tecnologia aplicada?, completou.

O secretário-adjunto da Segurança de Roraima, coronel César Augusto Rosa, também ficou satisfeito com o resultado da eleição. ?Além do trabalho de Delazari no Consesp, o trabalho no Paraná foi determinante. Para nós, de estados mais distantes, é importante conhecermos a experiência de estados maiores e mais estruturados, como o Paraná, que hoje é referência em Segurança Pública?, ressaltou.

Ele elogiou o programa 181 Narcodenúncia, criado no Paraná, e quer aplicá-lo em Roraima. ?Este programa é importante para combater o tráfico de drogas, já que, assim como o Paraná, temos uma fronteira seca que sofre com o tráfico?, ressaltou. ?Esta reunião demonstra que nosso Colégio está abandonando a postura de reivindicação, para adotar uma postura de ação mais concreta, muito devido a essa nova administração?, complementou o secretário-adjunto de Defesa Social de Minas Gerais, Flavio Sapori.

Alguns integrantes do Consesp são novos, mas já conheciam Delazari. ?Morei em Curitiba e já havia ouvido comentários muito positivos a respeito da competência dele?, disse o secretário da Segurança do Ceará, Roberto das Chagas Monteiro. Segundo ele, o programa de Policiamento Comunitário aplicado no Paraná poderá servir de exemplo e um plano para a atual gestão do governo do Ceará.