Balanço divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no fim da tarde mostra que a situação melhorou nos aeroportos de todo o País. Mesmo assim, entre a meia-noite e as 17 horas desta terça-feira (26) foram registrados 281 pousos e decolagens com atraso de mais de uma hora entre 1.206 vôos. Em todo o País, 37 vôos foram cancelados.

A maioria dos atrasos aconteceu no Aeroporto Internacional de São Paulo, no bairro Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, onde 51 dos 124 vôos programados para hoje, entre pousos e decolagens, sofreram atrasos; 8 vôos foram cancelados.

O segundo aeroporto mais afetado hoje foi o de Congonhas, na zona sul de São Paulo, onde 31 dos 191 vôos programados tiveram problemas de horário e quatro vôos foram cancelados. No Aeroporto de Salvador, na Bahia, foi encontrado o terceiro pior quadro da crise: atrasos em 18 dos 66 vôos programados. Contudo, nenhum vôo foi cancelado.