São Paulo (AE) – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, voltou a dizer hoje (15) que desaprova a discussão do impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste momento. Em entrevista durante o seminário 3° São Paulo Exportação, Alckmin afirmou que discutir impeachment neste momento pode prejudicar as investigações. "Essa é a última fase do processo de investigação, ainda estamos no meio desse porcesso", disse o governador. "Discutir impeachment agora tiraria o foco das investigações."

Alckmin criticou o discurso que Lula fez na sexta-feira. "O presidente perdeu a oportunidade de dar as explicações que o povo brasileiro merece."

Em relação à suposta "blindagem da economia", Alckmin afirmou que, de fato, a situação macroeconômica do Brasil está muito melhor. "Mas, com a crise, estamos perdendo oportunidades nesse céu de brigadeiro internacional, estamos no último ligar da fila e não estamos fazendo as reformas de que precisamos."