A defesa de Cristiana Brittes, acusada de participação na morte do jogador Daniel Corrêa Freitas, classificou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) de “aventura jurídica” ao tentar acusá-la de homicídio qualificado por motivo torpe. Segundo o advogado Cláudio Dalledone Júnior, a denúncia não se sustenta, pois é uma interpretação do promotor público João Nilton Salles e não está no depoimento das testemunhas.

“É o maior absurdo que há nessa denúncia”, afirmou Dalledone Júnior, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (28). De acordo com ele, Cristiana foi vítima de importunação sexual e tentativa de estupro por parte de Daniel. Ela estava em sua cama, dormindo e embriagada quando foi importunada pelo jogador, que teria trancado a porta do quarto. Ela também não teria ordenado que as agressões contra Daniel fossem feitas fora da casa. Ela também não teria domínio sobre a situação para determinar que a violência cessasse.

Dalledone, que defende também Edison Brittes Junior e Allana, sustenta que a melhor defesa para os acusados será a própria peça da denúncia, pois o promotor não tem convicção do que está acusando. Para Dalledone, agora os acusados terão a oportunidade real de se defenderem no processo judicial, sem a repercussão que o caso provocou. Ele diz ter certeza de que a acusação de homicídio contra Cristina será rechaçada na Justiça.

A defesa também disse estranhar o fato de o MP afirmar que o que Daniel fez naquele dia foi uma brincadeira, ao se deitar na cama ao lado de Cristiana e tirar fotos e gravar áudios com insinuações sexuais. “Foi o Daniel quem puxou o gatilho da desgraça e construiu um homicida”, afirmou Dalledone, referindo-se a Edison Brittes Junior.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

+ Confira mais sobre o desenrolar dos acontecimentos!

Sábado (27): Ex-jogador do Coritiba é encontrado morto em São José dos Pinhais

Quarta (31): Corpo de Daniel é velado em Minas Gerais

Quarta (31): Daniel foi espancado antes de ser morto, diz testemunha

Quinta (1): Suspeito de matar ex-jogador é preso, junto com esposa e filha

Sexta (2):  Perícia na casa onde ex-jogador foi agredido antes de ser morto pode revelar detalhes do crime

Sexta (2): Conversas de Whatsapp apontam que filha de suspeito fez contato com família de jogador

Sábado (3): Saiba em que condições está presa a família Brittes, acusada da morte do jogador Daniel

Segunda-feira (5): Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Segunda-feira (5): Cris e Allana Brittes prestam depoimento sobre morte de Daniel. Caso tem novidades!

Terça-feira (6): “A família está mentindo”, diz delegado após depoimento de mãe e filha

Terça-feira (6): Mãe e filha contam detalhes sobre a morte de Daniel em depoimentos; leia na íntegra!

Terça-feira (6): Novos depoimentos desmentem estupro do jogador Daniel

Quarta-feira (7): ‘Daniel foi assassinado com requintes de crueldade’, diz promotor

Quarta-feira (7): Celular de Cris Brittes é entregue à polícia

Quarta-feira (7): Veja o que Edison Brittes disse à polícia em depoimento nesta quarta

Quinta-feira (8): Dois suspeitos de ajudarem Edison Brittes nas agressões contra jogador se apresentam

Quinta-feira (8): Cris e Allana Brittes são transferidas para presídio feminino em Piraquara

Sexta-feira (09): Moto ostentada por Brittes era de traficante, diz delegado

Sábado (10): Família Riqueza: festa de aniversário de Allana Brittes custou R$ 30 mil

Domingo (11): Celular usado por Edison Brittes para dar pêsames é de um homem morto

Domingo (11): Imagens mostram Edison Brittes combinando mentira sobre morte de jogador Daniel

Segunda-feira (12): O que ainda não foi respondido sobre a morte do jogador Daniel

Segunda-feira (12): Com medo, ficante do jogador Daniel contou detalhes do que viu à polícia

Segunda-feira (12): Objetivo era castrar, não matar, diz suspeito de participar de morte do jogador Daniel

Terça-feira (13): Mãe do jogador Daniel registrou mentiras contadas por Allana em cartório

Quarta-feira (14): Envolvido na morte do ex-jogador Daniel tem contrato rescindido com o Paraná Clube

Quinta-feira (15): Legítima defesa? Entenda os detalhes jurídicos envolvendo o ‘Caso Brittes’

Quinta-feira (15): Preso 7º envolvido na morte do jogador Daniel

Sexta-feira (16): Edison proibiu testemunha de chamar ambulância que poderia salvar jogador 

Segunda-feira (19): Carro utilizado por Edison pra levar jogador até o local de crime está em nome de policial

Segunda-feira (19): Não sou amigo da família Brittes, diz Recalcatti à imprensa

Segunda-feira (19): Ministério Público abre investigação paralela contra Edison Brittes

Segunda-feira (19): ‘Estou bem, não sofri nenhum tipo de ameaça e agressão’, diz Edison Brittes, dentro da prisão

Terça-feira (20): Justiça nega pedido de liberdade de Cristiana Brittes, esposa de assassino de jogador

Terça-feira (20): Após o crime, Allana Brittes combinou “festinha” com testemunha

Quarta-feira (21): Sete são indiciados por morte do jogador Daniel. “É um psicopata”, diz delegado sobre assassino

Quinta-feira (22): Saiba detalhes da morte do jogador Daniel revelados nos laudos do IML

Segunda-feira (26): Cristiana Brittes será denunciada por homicídio pela morte de Daniel

Terça-feira (27): Após mentir em depoimento, ficante do jogador Daniel é denunciada pelo MP

Após mentir em depoimento, ficante do jogador Daniel é denunciada pelo MP