Pais de alunos da Escola Estadual Vereador Pedro Piekas, localizada no Jardim das Oliveiras, em Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), entraram em desespero ao receberem fotos de ameaças  de morte escritas no banheiro do colégio na manhã desta quinta-feira (28). A notícia rapidamente viralizou e fez com que muitos fossem até a escola para buscar os filhos.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A mensagem, escrita na parede de um banheiro com caneta vermelha, dizia que meninos e meninas seriam mortos na próxima sexta e que “não duvide, porque é verdade”. O texto ainda termina com uma ameaça contra uma determinada aluna da instituição. Por conta do tom ameaçador, muitos pais se reuniram em frente à escola para conversar com diretores e para buscar as crianças.

Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

“Eu pedi para sair do trabalho e vir buscar meus filhos, porque a gente não sabe se é uma brincadeira de mau gosto, ou não. Eu espero que diretores encontrem os alunos responsáveis e que os puna, pois isso não pode acontecer novamente. Eu fui prejudicado, fiquei com medo e não gostaria que isso acontecesse novamente”, contou o motorista Gilmar Padilha, pai de dois alunos.

Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Gilmar Padilha, pai de dois alunos da escola. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

Outra mãe conta que recebeu a notícia pelos vizinhos e que rapidamente foi até a escola para buscar o filho de cinco anos. “Um vizinho me contou e eu vim pra escola para buscar ele, pois fiquei com muito medo. Eu espero que tudo fique bem e que encontrem quem escreveu essas mensagens”, disse a mãe que pediu para não ter o nome divulgado.

+ Leia mais: Pais se desesperam com boato de massacre em escola de Curitiba

Conversando com alguns alunos de maneira informal, eles contaram que muitos entraram em pânico e que passaram a achar que um massacre aconteceria assim como aconteceu em Suzano, São Paulo.

+ Leia mais: Preso que tentava fugir vestido de agente penitenciário é pego no flagra e vai pro isolamento

Procurada pela reportagem, a Secretaria Estadual de Educação (Seed) disse que em breve irá repassar mais informações. Além disso, a reportagem tentou conversar com algum funcionário da escola, mas eles informaram que irão conversar com a imprensa somente por meio da assessoria de imprensa da Seed.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Iniciativa de segurança de shopping de Curitiba emociona mãe de jovem autista e vídeo viraliza! Assista!