Um assaltante foi morto e outro ficou ferido ao tentar assaltar uma policial civil, na noite deste sábado (11) no bairro Lindoia, em Curitiba. Os bandidos chegaram a levar o celular da investigadora, mas o aparelho foi recuperado logo em seguida.

A policial da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) fazia um trabalho de investigação, quando parou a viatura descaracterizada na esquina da Rua Doutor Gastão Faria com Avenida Henry Ford. Três marginais, pensando tratar-se de uma mulher sozinha, a abordaram e pediram o celular, sem saber que tratava-se de uma policial.

A investigadora chegou a entregar o aparelho. Mas logo reagiu e atirou no trio, acertando dois deles. Um morreu na hora e o outro a policial acredita que fugiu ferido. A vítima acionou o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil, e o Siate, que quando chegou, já encontrou o ladrão em óbito. O Cope fez buscas na região, mas não localizou os fugitivos. Só o celular da investigadora que foi recuperado, pois os marginais o derrubaram no chão durante a fuga.

A DHPP abriu inquérito para investigar o caso. O assaltante morto foi recolhido ao instituto Médico-Legal, onde ainda não foi reconhecido oficialmente até a manhã deste domingo (12). Ele aparenta cerca de 30 anos e vestia calça jeans e jaqueta preta.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Rastreador leva polícia até gangue que roubava residências; um morreu e outro foi preso