Um homem foi morto após levar dois tiros na Galeria Lustosa no Centro de Curitiba, na tarde desta quarta-feira (20). Segundo informações do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil, o suspeito teria tentado assaltar uma joalheria que fica no local, lutou com o segurança e acabou atingido pelo dono do estabelecimento no peito e na cabeça. O suspeito morreu na hora. O segurança da loja e o dono da joalheria não ficaram feridos com gravidade.

Segundo o delegado Rodrigo Brown, do Cope, os relatos que ele recebeu são de que o homem morto tem entre 35 e 40 anos e teria tentado roubar a loja no esquema de passar pelo balcão e tentar carregar o que pudesse. Ele estaria sozinho e, enquanto lutava com o segurança da joalheria, acabou alvo dos disparos do dono da loja. “A princípio, foi o proprietário da joalheria quem atirou. O suspeito entrou em luta corporal com o segurança, ainda tentou tirar a arma do proprietário e acabou atingido”, relatou.

Brown afirma que agora busca recolher elementos para entender como ocorreu a ação. “Estamos procurando testemunhas, ver as imagens do local, para ver qual procedimento adotar. Existe uma arma de fogo apreendida. Estamos também procurando o carro do suspeito, que estaria estacionado nas imediações”. Com o suspeito, foi encontrada a chave de um veículo Fiat e os documentos.

De acordo com o policial, ainda não está claro se a situação da arma que o dono da loja usou é regular. “Vamos ver se a arma tem registro, se tem numeração, se ele tem registro também. Tudo vai entrar em consideração”, disse.

Idosa é morta dentro de casa em assalto no Alto da Glória