Três bandidos desastrados queimaram a mão, torceram o pé e foram presos numa ação rápida de policiais do 13º Batalhão da Polícia Militar (BPM) na madrugada desta quinta-feira (26) enquanto arrombavam um caixa eletrônico. A ação foi flagrada por uma equipe de patrulha que passava bem na hora pela Rua Francisco Derosso, no Xaxim, quando viu que os bandidos estavam no interior do banco.

Quarteto invade banco e causam o maior caos na RMC

O flagra aconteceu por volta das 3h e, segundo o tenente Bozzi, os policiais passavam justamente numa ação da PM que busca evitar as ações dos caixeiros, assim chamados os bandidos que atacam os caixas eletrônicos. “Como sabemos que têm agido sempre na região, por ser uma rua que tem muitos bancos, acabamos intensificando o patrulhamento nos horários que costumam aparecer”, explicou.

Com o trio, os policiais apreenderam R$ 12 mil, que tinham sido retirados do caixa eletrônico cortado. Foto: Divulgação/PM.
Com o trio, os policiais apreenderam R$ 12 mil, que tinham sido retirados do caixa eletrônico cortado. Foto: Divulgação/PM.

Quando a equipe da patrulha viu que o trio estava dentro de uma agência do Banco do Brasil (BB), agiu rápido: os policiais pediram apoio e conseguiram abordar os três. “Eles tentaram fugir, mas não deu tempo. Um deles até torceu o pé ao tentar sair correndo, mas foi preso”, contou o tenente.

Além do bandido com o pé torcido, outro teve a mão machucada porque desastrado acabou se queimando ao cortar o caixa. “Isso até antes de chegarmos. Mas foi um ferimento leve, não precisou ser hospitalizado”, explicou o PM.

Com o trio, os policiais apreenderam R$ 12 mil, que tinham sido retirados do caixa eletrônico cortado. “Nós acreditamos que se não tivéssemos chegado rápido, eles iriam cortar os outros caixas, pois estavam bem tranquilos”.

Os três homens, de 27, 29 e 33 anos, foram presos e encaminhados à Central de Flagrantes junto com o dinheiro apreendido e também o equipamento usado para maçaricar os caixas eletrônicos. O trio, conforme apurou a PM, era de Santa Catarina (SC) e estava em Curitiba para a atividade criminosa. “Eles não chegaram a nos falar há quando tempo estão na cidade, mas estavam bem preparados”.

Ação desastrada ocorreu em uma agência do Banco do Brasil no bairro Xaxim. Foto: Divulgação/PM.
Ação desastrada ocorreu em uma agência do Banco do Brasil no bairro Xaxim. Foto: Divulgação/PM.