A segurança na Escola Estadual João Afonso de Camargo, no bairro Areia Branca dos Assis, em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, foi reforçada após mensagens com ameaças de um massacre, publicadas nas redes sociais. As mensagens foram postadas por dois alunos da escola em tom de ‘brincadeira’.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo informações da prefeitura de Mandirituba, a Policia Militar, a Guarda Municipal, o Conselho Tutelar e a Secretaria de Educação foram acionadas assim que as mensagens vieram a público, e uma revista geral foi realizada no colégio. Nenhuma ameaça concreta foi encontrada.

De acordo com o 2º Sargento Horning, da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, as publicações não passaram de uma brincadeira. “Ouvimos os dois alunos envolvidos nas publicações das mensagens e constatamos que não se passou de uma ‘brincadeira’ de adolescentes”, afirmou.

Os dois terão seus nomes inseridos no Boletim de Ocorrência e os pais foram chamados pelo Conselho Tutelar para prestar esclarecimentos, uma vez que os alunos são menores de idade.

Três morrem em confronto com o Bope na Grande Curitiba