Dezoito cachorros divididos entre as raças Pinscher e Chihuahua foram recolhidos pela Polícia Civil de um canil clandestino localizado no bairro Uberaba, em Curitiba. A ação ocorreu na última quarta-feira (11), mas foi revelada apenas hoje pelo delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), que inclusive já teve o trabalho mostrado pela Tribuna. Cães da raça Chihuahua, por exemplo, chegam a ser vendidos por até R$ 2 mil na internet.

“Neste caso não foi verificado maus tratos com os animais, mas era um canil com criação clandestina. A prefeitura notificou a pessoa por ele não ter licença ambiental”, relatou o delegado. O recolhimento dos animais aconteceu após uma ação conjunta da Rede de Proteção Animal com a DPMA. De acordo com a Lei Municipal 13914/11, a criação comercial é proibida na capital paranaense e o responsável pelo local foi autuado em R$ 8.500.

Após ser encaminhado para a Delegacia para assinar o termo circunstanciado, o responsável pelo local foi liberado. Já os animais resgatados estão em segurança com a Rede de Proteção Animal. O resgate destes animais aconteceu um dia após o cão Pingo ser retirado de uma manilha depois de 40 agonizantes horas.

+Curte o mundo PET? Veja mais no blog Mania Animal!

Cães foram recolhidos aos cuidados da Rede de Proteção Animal. Foto: Reprodução/Facebook.

O crime

A população pode denunciar pelo telefone 156 da Prefeitura qualquer tipo de irregularidade. Na maioria dos casos que a Delegacia atende é por maus tratos quando o animal não tem um local adequado para ficar seja pelo espaço ou até mesmo por estar sujo. A ausência de alimentação e água também é tratada como maus tratos.