A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) procura por duas pessoas, a que matou e a que mandou matar Maria Inês de Almeida, de 37 anos. O crime aconteceu no dia 10 de janeiro, na Rua Professor José Maurício Higgins, no Xaxim, em Curitiba. Os motivos do assassinato ainda não foram descobertos, mas a polícia tem hipóteses.

Conforme apurou a Tribuna do Paraná, a pessoa que queria a morte de Maria Inês sabia a rotina dela e, com isso, tinha traçado a forma como o autor dos disparos deveria agir. No vídeo divulgado pela DHPP, o homem que teria pedido a morte da diarista aparece nas imagens dentro de um Honda City e conversa com o motociclista, que foi quem realmente executou o crime.

O assassinato aconteceu por volta das 7h, enquanto Maria Inês caminhava para o ponto de ônibus, como fazia todos os dias. O atirador a esperava e um único disparo acertou a diarista no rosto. O Siate chegou a ser acionado, mas ela morreu na hora.

O assassino saiu em alta velocidade e nenhum morador conseguiu anotar a placa da moto, mas as imagens das câmeras de segurança devem ajudar a DHPP. À Tribuna do Paraná, o delegado Fábio Amaro, titular da Especializada, informou que as investigações estão avançadas e que já tem algumas hipóteses para o crime, mas as informações obtidas ainda não podem ser divulgadas. Denúncias podem ser passadas através do 0800-643-1121.

Foto: Colaboração/Na Tela do 190.
Foto: Colaboração/Na Tela do 190.