Aproximadamente 300 mil carteiras de cigarro foram apreendidas na manhã desta segunda-feira (25) durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Toledo, região Oeste do Paraná. A carga, avaliada em R$ 1,5 milhão, era contrabandeada do Paraguai e o motorista foi parado por volta das 6h no quilômetro 245 da BR-163.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Apreensão aconteceu em Toledo, no Oeste do Estado. Foto: Divulgação/PRF
Apreensão aconteceu em Toledo, no Oeste do Estado. Foto: Divulgação/PRF

Segundo a PRF, o motorista, que tem 47 anos, foi preso em flagrante. Proprietário do caminhão e residente em Cascavel, o homem já havia sido preso por contrabando de cigarro, em novembro de 2018.

Aos policiais rodoviários federais, o homem disse que saiu de Guaíra (PR) e que seguiria para a região Sul do Paraná, onde entregaria a carga de cigarros próximo à divisa com Santa Catarina. Ele alegou que seria informado o destino real da entrega somente durante a viagem e, por isso, não sabia dizer ao certo qual cidade pararia.

A PRF encaminhou o caminhão, os cigarros apreendidos e o motorista à Delegacia da Polícia Federal de Cascavel. O crime de contrabando tem pena prevista de dois a cinco anos de prisão.

Santana ‘voa’ a 200 km/h e motorista receberá multa de pelo menos R$ 800