Uma tentativa frustrada de arrastão a um coletivo da Linha Curitiba / Campo Largo terminou com o cobrador de ônibus esfaqueado, na noite deste sábado (19). O trabalhador não teve cortes muito profundos, foi atendido no hospital e já recebeu alta. O marginal fugiu sem levar nada.

Conforme o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), o ladrão entrou no coletivo, por volta das 19h40, quando o veículo parou no ponto próximo ao motel Celebrity, na BR-277, no Mossunguê. Logo que embarcou, portando uma faca, já deu voz de assalto.

A primeira pessoa que o ladrão abordou foi o cobrador. Como chegou com a faca muito próximo ao rosto do trabalhador, instintivamente o cobrador empurrou o objeto com a mão para não ser ferido. Pensando que talvez fosse uma reação ao roubo, o marginal começou a tentar golpear a vítima. Ambos brigaram e, na confusão, o funcionário foi atingido por um golpe no braço e outro perto do pescoço, mas sem profundidade. O trabalhador dominou o ladrão e o jogou para fora do ônibus.

Conforme o Sindimoc, no coletivo havia cinco passageiros. Mas como tudo começou com o cobrador e já houve briga, o assaltante foi embora sem levar nada de ninguém, nem do cobrador.

O trabalhador foi levado ao Hospital Evangélico, onde recebeu curativos e já foi liberado para ir para casa.