Um cobrador de ônibus foi morto, na noite desta quinta-feira (24), enquanto trabalhava na estação-tubo Água Verde, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, em Curitiba. O bandido, armado com uma faca, foi preso por um policial civil enquanto estava em luta corporal com a vítima.

A ação aconteceu por volta das 22h, no momento em que o cobrador contava o dinheiro do troco, já até próximo do horário de encerrar o trabalho. “O bandido chegou, armado com a faca, e anunciou o assalto. Ele aparentava estar sob efeito de drogas e o cobrador começou a gritar pedindo por socorro”, contou o tenente Mateus, 12º Batalhão da Polícia Militar (PM).

Os gritos do cobrador assustaram os moradores da região e um policial civil, também morador, chegou ao local enquanto o cobrador e o bandido lutavam. “Os dois estavam em luta corporal e o cobrador já estava ferido. Nesse momento, o policial conseguiu prender o assaltante e recebeu ajuda de populares que chamaram a PM”.

Junto com os policiais militares, o socorro do Siate também foi chamado e os bombeiros agiram rápido, mas não deu tempo de salvar a vida do cobrador. O homem, que já trabalhava na área há bastante tempo e era bem quisto pelos moradores e usuários do transporte público, morreu ali mesmo, no local do crime.

O bandido preso foi encaminhado à delegacia. Junto com ele, a PM levou também um casal, que disse ter presenciado o ato e afirmou que os populares agrediram o assaltante depois da ação. “Eles disseram que viram agressões contra o rapaz que estava armado com a faca e até que o policial civil teria agredido o assaltante, então, até para resguardar a integridade do ato do policial, resolvemos encaminha-los à delegacia”, explicou o tenente.

A reportagem da Tribuna do Paraná apurou que a câmera de segurança da estação-tubo estava funcionando e deve ter registrado tudo o que aconteceu. As imagens devem ser obtidas pela Polícia Civil e vão ajudar a elucidar possíveis dúvidas sobre o crime.

Foto: Lineu Filho.
Foto: Lineu Filho.